ZaynMalik-NEWS26

Zayn Malik sobre membros da 1D: “Já procurei alguns e não tive resposta”

(via POPLine)

Quando o Zayn Malik anunciou sua saída do One Direction em março e 2015, com um comunicado na página oficial da boyband no Facebook, ele disse que teria para sempre “quatro amigos para a vida”. Hoje em dia, ele não tem mais essa certeza. Capa da nova edição da Billboard, o cantor conta que tentou entrar em contato com alguns dos ex-colegas e não obteve resposta. A relação entre eles, de fato, mudou.

“A verdade é que você pensa uma coisa sobre uma situação e acontece o oposto total. Eu tinha muita intenção de manter amizade com todo mundo, mas acredito que alguns números de telefone mudaram e eu não recebi ligações de muita gente. Já procurei alguns e não obtive resposta. Algumas pessoas têm problemas com orgulho, mas isso é uma coisa que você supera com o tempo”

Ele também não fica insistindo. O One Direction não é uma nuvem que paira sobre sua cabeça. Pelo contrário. Zayn vê como um trabalho que lhe deu status e visibilidade, e oportunidade de fazer o que realmente quer de agora em diante. O disco “Made In the A.M.”, lançado pelo grupo em novembro, sem ele, não foi ouvido. “Não… Serei honesto. Achei o primeiro single muito legal. Ouvi o segundo single e… é, não comprei o disco”.

Não foi só sua relação com Harry, Louis, Liam e Niall que mudou. Com os fãs, também. Zayn hoje em dia se esforça para dar mais atenção para os seguidores nas ruas. “Eles agora estão lá só por mim. Não posso entrar no carro e pensar ‘ok, tirem uma foto com alguns dos outros’. Eu quero fazer isso agora”. Até mesmo sua relação com a música mudou. Trabalhando em um disco solo com o produtor Malay em Los Angeles, ele se sente mais inspirado do que nunca.

“Eu venho ao estúdio e gravo talvez sete músicas numa noite. É porque estou desfrutando do que estou fazendo. Não estou mais me censurando, então não fico cansado. Eu amo isso.” Até a maconha, que foi um escândalo na época do One Direction, quando vazou um vídeo dele fumando no Peru, agora ele fala com a maior tranquilidade. Nas sessões em estúdio, fuma mesmo, “mas só sativa”, que ele chama de “maconha da criatividade”. Então, tá, né.

“No One Direction, éramos proibidos de falar algumas coisas, ou dizer da maneira que diríamos. Eu me sentava e perguntava: ‘se os fãs soubessem como isso funciona, o que achariam?’. Meu pensamento é que as pessoas são mais inteligentes do que isso. Querem ouvir o que é real, então porque não escrevemos algumas coisas verdadeiras?”