The X Factor Denmark 2017: S10E08 – Top 9 Performances e Results

DEN2017_LiveShows1Nesta Sexta-Feira (17), tivemos o LIVE SHOW 1 da décima temporada do The X Factor Denmark. Esse ano o painel de jurados é composto por Thomas Blachman, Remee e Mette Lindberg; E o comando do show fica por conta de Sofie Linde Lauridsen.

Quem será que se juntará a nomes como Emilie Esther, Basim, Amanda Pedersen e Citybois no mercado dinamarquês? Acompanhe aqui no The X Factor Brasil a jornada do novo vencedor!

ATENÇÃO: The X Factor Denmark NÃO apresenta exibição no Brasil, portanto o único modo de acompanhar o reality show é pelos vídeos e site oficial do programa. Nós do The X Factor Brasil não possuímos nenhum vínculo comercial com o reality show – seja com os criadores ou com sua exibição no país.

Aqui no site os episódios são em forma de recaps, feita pelo Legey, onde vocês podem concordar ou não com a sua opinião, mas sempre sabendo respeitar. E claro, que você também está convidado a deixar seus comentários aqui no post, sua opinião sempre será bem vinda.

Acompanhe conosco também em nossas redes sociais, siga nossos perfis no Twitter (@XFactorBrasil) e no Facebook (facebook.com/XFactorBrasil). Participe também do Grupo The X Factor Brasil no Facebook (facebook.com/groups/thexfactorbrasil) Lá, estaremos divulgando tudo, além de poder conversar com outros fãs do programa. Então reúna todos os amigos para frente do computador e divirta-se!

MELHORES MOMENTOS

LIVE SHOW BITCHESSSSS!

FInalmente chegamos na parte boa, os shows ao vivo. Essa semana, no Top 9, os acts tinham que cantar músicas assinatura, ou seja, canções que mostrassem o estilo deles e o que podemos esperar em um pós-show. Você pode acompanhar o programa na íntegra clicando AQUI, ou acompanhar só os vídeos (que é mais legal haha). Abrindo a noite tivemos…

Ladies With Attitude – “Say My Name” (Destiny’s Child)

Legey: Mette é uma das melhores mentoras que já passou por um X Factor, se não a melhor. Sério, as escolhas dela são MARAVILHOSAS. Olha essa aula! LWA são fantásticas e cheias de energia e a apresentação foi maravilhosa. Isso aí com um palco estilo UK cheio de produção seria ÉPICO. Amei!

Nivaldo: Melhor act desse Top 9, de longe! Elas são muito boas! Mette maravilhosa dando aula de song choice. Pena que DK não tem verba para fazer palcos elaborados, porque essa apresentação merecia. DK tá muito bom de female duos, ano passado teve EMBRACE e esse ano com LWA. Espero que elas tenham o mesmo resultado que as meninas tiveram ano passado.

Mia – “Shock to My System” (Gemma Hayes)

Legey: No bootcamp, Mia já tinha perdido favoritismo pra mim e essa semana só confirmou. Chili melhor under pra mim. O timbre da Mia é interessante, mas cansa. Ela não brilha tanto quando canta uma música que não é dela e isso é um problema, né? Ela parece ter dificuldade de se conectar com o que outra pessoa escreveu. Isso é legal por mostrar como ela se importa e se conecta com suas canções, mas não funciona pro programa. Apresentação boa, mas pra mim já tá ficando mais do mesmo.

Nivaldo: Primeira semana de lives e eu já estou preocupadíssimo com garota Mia. Primeiro que ela canta muito bem e é super fofa, mas esse estilo cansa facilmente. X Factor é programa pra ser mostrar versátil pro mercado (Reem manda beijos) e ficar presa no violão durante sete semanas não me parece nada atrativo. A apresentação foi boa, ela cantou bem e mostrou porque mereceu estar nas finais, mas isso não será suficiente para vencer.

Mike Beck – “Guillotine” (Jon Bellion feat. Travis Mendes)

Legey: Foi o único que eu tive que reassistir pra me lembrar da apresentação. Ele é o over mais fraco, nem sei porque passou. Espero que saia logo. Apresentação sem graça, meio cafona e super esquecível. Tchau.

Nivaldo: Já começamos com este velho datadíssimo que acha que canta bem mas, na verdade, é apenas um cantor de karaokê. Eu não entendi porque ele está nos lives, primeiramente (sdds Linnea). Eu achei que tudo foi ruim e mal feito. Já pode ir para o bottom e ser eliminado que não fará falta.

Fyhnen Sisters – “My Silver Lining” (First Aid Kit)

Legey: WTF? Elas foram cagadíssimas pela produção. Logo elas que já teriam dificuldade de avançar pelos Lives? To segurando meia dúzia de palavrões porque esse site é de família (mas não a tradicional brasileira). Enfim, pra mim ficou claro que elas não foram bem por conta dos erros técnicos GROTESCOS e elas vão parar no bottom com certeza.

Nivaldo: Coitadas né… Sabotagem real. Foi triste ver as carinhas delas tentando fingir que tava tudo bem e levando a apresentação até o final. Nem vou falar muita coisa porque a culpa disso aí é total da produção, não delas.

Martin – “Closer” (The Chainsmokers feat. Halsey)

Nivaldo: Ele é ruim e canta uma música mela cueca dessas. Não dá. Ele é muito bland e nem canta tão bem assim. Mais uma pisada de bola pro currículo do Blachmann.

Legey: Ele é feio, canta mal, escolhe música mal, não tem carisma. O que ele tá fazendo aí? hahahaha Não tem explicação. Vai fazer toda semana a mesma apresentação ruim e vai ser arrastado. Ainda mais agora que ele tá de romance oficial com a Mia. Não arrastem essa bosta, pelamorrrr! Não aguento mais Emily UK x boy dela ruim versão DK! STOP!

Samanta Gomez – “Bare være mig selv” (Laleh)

Legey: Que tiro! Meu Deus! Cantar Laleh é um caminho pro meu coração. Samanta se mostrando a melhor over da competição. A voz, a presença, o carisma, tá tudo me impressionando. Espero muito que ela não saia, porque eu a vejo como a mais fraca de fanbase do Top 9. Ela tem tudo pra surpreender e desbancar os outros dois overs. Amei a apresentação <3

Nivaldo: Samanta é o tipo de act que sai na primeira semana. Não por ser ruim, mas por não ter fã base mesmo. Eu super acho que ela é a melhor da categoria e Remee tem capacidade de mentorá-la com um rumo parecido que teve nossa saudosa Pernille. Foi uma apresentação promissora, essa música é lindíssima e a Samanta fez jus.

VKation – “Angel Zoo” (Phlake)

Nivaldo: Eles nunca foram nada demais até essa primeira apresentação. Mais uma vez a mão milagrosa da melhor mentora que o DK já viu. A música foi ótima pra eles, estavam soltos e cantaram razoavelmente bem. Vejo um bom futuro pros meninos se continuarem evoluindo e escutando os conselhos da Mette.

Legey: Cara, como o Niv disse, a mentora fez toda a diferença. Eles antes e depois da Mette escolher música pra eles são duas coisas completamente diferentes. Antes eram just ok e bland e essa semana eles vieram e surpreenderam demais. Harmonias boas, presença de palco, vocais na meidda. Eu achei bem bom.

Chili – “Waiting Game” (Banks)

Nivaldo: Primeiro queria dizer que a produção perdeu a chance de dar uma apresentação brilhante pra Chili. Um melhor palco ficaria super impactante. Por que eu digo isso? Porque foi um baita acerto dar Banks pra menina. Ainda falta um tempero nela, mas eu vejo espaço pra evolução e essa apresentação ficar sendo a pior dela no programa. Top 3 da noite pra mim.

Legey: Enquanto Mia decai, Chili só melhora. Que escolha inteligente! Odeio o Blachman mas tenho que reconhecer. Dar Banks pra menina foi espertíssimo. A música é linda, capaz de criar um moment, mostra um lado mais suave dela e combinou demais com a voz. Só, como disse o Niv, poderia ter tido um palco mais dramático com uma iluminação mais digna de um “moment”. Melhor under da noite de longe.

Morten Nørgaard – “Hero” (Family of the Year)

Nivaldo: APRESENTAÇÃO INCLUSIVA! Ele não é ruim, mas essa pimpação nele não faz sentido pra mim, porque existiam overs melhores para estarem nesse top 3 no lugar dele. Mas foi ok, nem gostei e nem desgostei. Creio que existe espaço para que ele possa fazer apresentações mais atrativas para o público, porque sempre fazer a mesma coisa não rola.

Legey: To 100% com o Niv. Ele é bom, mas tão aquém do que a competição busca e rola um pimp MUITO aleatório nele. Tudo bem que a categoria é uma bosta, mas Samanta mereceria esse pimp mais. Pena que ele parece ser bem aceito e até amado pela Dinamarca. O que significa que deve durar. Sobre a apresentação: sem graça e meio sem sentido.

Depois dessa noite de apresentações, o público tem meia horinha pra votar e depois já tem eliminação. Caso queira ver o episódio de formação do bottom e eliminação, clique AQUI. Não tem nada demais, porque só tem a formação do bottom e as apresentações. Que você pode conferir a seguir:

Mike Beck – “Can’t Help But Wait” (Trey Songz)

Legey: Merecido ele aí, né? A diferença é que Martin que deveria estar do ladinho dele. Apresentação mais chata do que a primeira, pareciea até a mesma música. Se ele não sair, vai ser um absurdo.

Nivaldo: Foi justo, né? No geral foi a apresentação mais fraca da noite mesmo. Foi até melhor que o live mas ainda assim muito qualquer coisa.

Fyhnen Sisters – “Ring of Fire” (Johnny Cash)

Nivaldo: Só posso dizer que elas foram maravilhosas e colocaram o Mike no bolso. #FICAIRMÃS.

Legey: Cara, elas tão aqui por culpa da produção do programa e isso me revolta. Elas PISARAM no Mike. Que apresentação fantástica. Me lembrou quando a Sarah Glerup foi pro bottom depois de cantar Goldfrapp e arrasou cantando Tom Waits. Elas fizeram, pra mim, a melhor apresentação da noite nesse bottom. Se saírem vai ser um absurdo. Pena que eu acho que o DK odeia ela. Os vídeos do live e do bottom dela tão cheios de deslikes, mais do que likes. Então não devem durar mesmo, infelizmente.

Depois disso, como esperado, Mette e Remee defendeu seus acts, deixando a decisão nas mãos do Blachman. Depois de um monólogo absurdamente grande, Blachman decide eliminar as irmãs, Fyhnen Sisters. ABSURDOOOOOO! SABOTADAAAAAAAAAS!

Nem quero falar mais nada. Tchau.
Semana que vem tem Top 8 com o tema “músicas do ano em que o MENTOR nasceu” e eu não poderia estar menos animado.
Beijos amargurados de quem perdeu seu act favorito injustamente.